Primeiro projeto do Plano Cicloviário de Curitiba entra em operação | PiniWeb

Paraná

Notícias

Primeiro projeto do Plano Cicloviário de Curitiba entra em operação

Portaria oficializa Via Calma da Av. Sete de Setembro, trecho em que a velocidade máxima dos veículos é limitada para trânsito compartilhado com os ciclistas

Maria Emilia Staczuk
22/Julho/2014

A cidade de Curitiba começa a receber uma série de ações que integram o Plano Cicloviário de Curitiba. Nessa semana, foi implantada oficialmente a primeira Via Calma da cidade, num trecho de 6,3 km na Avenida Sete de Setembro, próximo à Praça do Japão. O modal, que segundo a administração municipal será instalado num trecho total de 80 km, compreende ruas nas quais a velocidade máxima para veículos motorizados é reduzida e os ciclistas circulam em espaços demarcados em linha tracejada, pelo lado direito da via. A estimativa de investimentos em melhorias cicloviárias na cidade é de R$ 90 milhões até 2016.

As normas para utilização da Via Calma estão regulamentadas na Portaria nº 22 da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran), que delimita em 30 km/hora a velocidade máxima nas pistas laterais da avenida e em 50 km/hora nas canaletas do transporte público, no trecho que vai da Rua Mariano Torres até a Praça do Japão. Nos próximos 30 dias, a Setran vai orientar o trânsito na região segundo as novas regras de circulação.

Nos cruzamentos da Via Calma, foram criadas bicicaixas, que são áreas especiais de parada para bicicletas nos semáforos, entre a faixa de pedestres e a área de veículos motorizados. Estas dão prioridade de passagem aos ciclistas quando o semáforo é aberto, bem como para a realização de conversões. Somente os ciclistas podem ocupar a área e seus acessos, que são sempre demarcados em vermelho.

Revistas Pini
Destaques da Loja Pini
Aplicativos