Custo da construção variou 6,94% nos últimos doze meses | PiniWeb

Custos

Custo da construção variou 6,94% nos últimos doze meses

INCC dos últimos 30 dias aumentou 0,29%. Entre as capitais, Belo Horizonte apresentou a maior alta no índice relativo à mão de obra

Gustavo Jazra
28/Janeiro/2013
O Índice Nacional do Custo da Construção (INCC-M) registrou aumento de 0,39% em janeiro, resultado maior que o do mês anterior (0,29%). A pesquisa, divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta segunda-feira (28), analisou os preços coletados entre o dia 21 de dezembro e 20 de janeiro. Nos últimos doze meses, o índice acumulou variação de 6,94%.

No grupo materiais, equipamentos e serviços, o índice materiais e equipamentos aumentou 0,30% no período, sendo que apenas um, dos quatro subgrupos, o de materiais para instalação apresentou queda de 0,68% em dezembro para 0,47% em janeiro. Já o índice mão de obra apresentou variação de 0,39% no mês, frente a 0,31% em dezembro.
Segundo a FGV, o aumento é consequência do reajuste salarial em Belo Horizonte, capital que registrou aumento de 2,60% no período.

Das sete capitais sondadas pelo índice, seis registraram aumento nas taxas: Belo Horizonte, que foi de 0,19% em dezembro para 1,56% neste mês; Salvador, de 0% para 0,49%; Porto Alegre, de 0,14% para 0,28%; Rio de Janeiro, de 0,16% para 0,26%, São Paulo, de 0,14% para 0,19%; e Brasília, de 0,12% para 0,17%. Recife foi a única capital que registrou desaceleração, passando de 3,02% em dezembro para 0,27% neste mês.
Revistas Pini
Destaques da Loja Pini
Aplicativos