Como vai ficar São Paulo com novas obras viárias | PiniWeb

Infraestrutura

Como vai ficar São Paulo com novas obras viárias

Programa do Sistema Viário Estratégico Metropolitano de São Paulo é apresentado no Instituto de Engenharia. Veja imagens das obras previstas com as principais intervenções

Renato Faria
20/Agosto/2009

O Instituto de Engenharia promoveu nesta semana uma palestra do secretário adjunto de Infraestrutura Urbana e Obras do município de São Paulo, Marcos Rodrigues Penido. Ele apresentou as obras viárias planejadas e em execução que, na visão da prefeitura, contribuirão para ordenar o fluxo de passagem na região metropolitana e estruturar o transporte de passageiros e cargas na cidade. As intervenções fazem parte do Programa de Desenvolvimento do Sistema Viário Estratégico Metropolitano de São Paulo.

Confira as principais obras planejadas para a capital paulista:

NOVA MARGINAL DO TIETÊ

Alça de acesso ligará Avenida do Estado à Marginal do Rio Tietê, no sentido da Rodovia Castelo Branco.

Divulgação

Intervenções na Marginal do Tietê na altura da Ponte das Bandeiras.

Divulgação

Na altura da ponte Cruzeiro do Sul, projeto prevê a construção de um viaduto que ligará Marginal Tietê, no sentido Castelo Branco, à avenida Cruzeiro do Sul.

Divulgação

Construção de viaduto e acessos na altura da ponte do Tatuapé, na Zona Leste.

Divulgação

AVENIDA DO ESTADO E REGIÃO CENTRAL

Construção do viaduto na Avenida Santos Dumont sobre a avenida do Estado.

Divulgação

Complexo de túneis e passagens subterrâneas na Avenida do Estado visa promover fluidez ao trânsito na região do Mercadão Municipal, no centro de São Paulo.

Divulgação

Projeto de passagem subterrânea que eliminaria cruzamento entre Avenida Tiradentes e Rua Ribeiro de Lima, na região central da cidade.

Situação atual

Divulgação

Situação proposta

Divulgação

ZONA SUL

Prolongamento da avenida Roberto Marinho até a Rodovia dos Imigrantes, na Zona Sul. A intenção é promover requalificação urbana da região vizinha ao aeroporto de Congonhas, com a criação de uma avenida-parque. Entrega da obra está prevista para setembro de 2010.

Divulgação

Divulgação

Prolongamento da Avenida Chucri Zaidan, na Zona Sul, terá 3,1 km de extensão.

Divulgação

Túnel sob a Rua Domingos de Morais, na Vila Mariana, ligará a avenida Sena Madureira à região da Avenida Ricardo Jafet, reduzindo tráfego no cruzamento das vias.

Divulgação

Criação de um anel viário em torno da represa de Guarapiranga prevê alargamento e interligação de avenidas da região, reurbanização da avenida Robert Kennedy e construção de algumas áreas de lazer. A ideia é, segundo a prefeitura, melhorar a acessibilidade à região e proteger o reservatório - que abastece parte da capital - contra ocupações irregulares.

Divulgação

ZONA NORTE

Traçado proposto para eixo viário que interligaria bairros da Zona Norte da cidade. Eixo de 17 km de extensão aliviaria, segundo a prefeitura, trânsito local da Marginal Tietê.

Divulgação

Na Zona Norte, projeto de ligação entre as avenidas Cruzeiro do Sul e Engenheiro Caetano Álvares. Intervenção prevê a execução de dois túneis com 400m de extensão cada.

ZONA LESTE

A avenida Jacu Pêssego passa por reformas e será prolongada até a avenida Papa João XXIII, na cidade de Mauá, próximo ao início do Trecho Sul do Rodoanel. As obras devem ser concluídas em 2010. Até que o Rodoanel Leste fique pronto, a Jacu Pêssego exercerá temporariamente a função de ligar as rodovias Ayrton Senna e Dutra, além do Aeroporto de Guarulhos, ao trecho pronto anel viário.

Divulgação

Entre a Marginal do Tietê e a Radial Leste, outra avenida de 8,5 km de extensão seria construída como alternativa para o deslocamento local.

Divulgação

Na Zona Leste, viaduto proposto elimina cruzamento das avenidas Aricanduva e Ragueb Chohfi.

Divulgação