Existe no mercado forros de PVC, em substituição aos tradicionais forros de madeira? Tais forros sofrem restrições quando aplicados em prédio de um pavimento e grande área (mais ou menos 300 m2)? No caso, se existem, problemas do material quanto a... | PiniWeb

Notícias

Existe no mercado forros de PVC, em substituição aos tradicionais forros de madeira? Tais forros sofrem restrições quando aplicados em prédio de um pavimento e grande área (mais ou menos 300 m2)? No caso, se existem, problemas do material quanto a...

12/Dezembro/2000
Existe no mercado forros de PVC, em substituição aos tradicionais forros de madeira? Tais forros sofrem restrições quando aplicados em prédio de um pavimento e grande área (mais ou menos 300 m2)? No caso, se existem, problemas do material quanto a elevadas temperaturas, uma vez que inspecionei uma obra de característica acima e o forro estava todo deformado.
Pergunta elaborada por Flávio Scalco Fauth(Passo Fundo-RS); Resposta de referência por Vera Fernandes Hachich( IPT-Divisão de Engenharia Civil); Palavras-chave: forro, forro suspenso, plástico, PVC, normas técnicas; Abordagem(ns): Durabilidade
Não há, em princípio, restrições normativas quanto às dimensões ou uso da edificação, na utilização dos forros. O procedimento do Cediplac (Centro de Desenvolvimento e Documentação da Indústria de Plásticos para a Construção Civil) - pp CP 15 - Perfil de PVC Rígido para Forros - instalação em obra, limita a 45oC a temperatura da superfície do perfil, para garantir um bom desempenho.

Alguns problemas podem acontecer também em função do desconhecimento ou descumprimento de certas práticas na instalação. Por exemplo, os perfis para forro não têm função estrutural. Portanto, é necessário o dimensionamento adequado de estruturas de sustentação, de madeira ou metálica, de forma a evitar a transferência de carga para o forro.

Sugere-se consulta a alguns textos-base em fase de estudos na ABNT, quais sejam:
- Projeto de Norma 02:002:48-001 - Forro Suspenso Removível - Especificação;
- Projeto de Norma 02:002:48-002 - Forro Suspenso Removível - Terminologia;
- Projeto de Norma 02:002:48-003 - Verificação de desempenho de perfis submetidos a cargas verticais;
- Projetos de Norma 02:002:48-004 - Forro Suspenso Removível - Recomendação para instalação;
- Projeto de Norma 02:002:48-005 - Forro Suspenso Removível - Padronização.

A especificação proposta trata das características de forros suspensos removíveis constituídos de madeira e aglomerados, aço, alumínio, PVC ou poliestireno expandido. Assim sendo, é uma norma de desempenho, em que as características específicas do material do forro são encontradas em normas complementares.

As principais características especificadas são:

a) Condições gerais de propriedades do forro e da instalação do forro: trata apenas de recomendações, tais como condições ambientais para instalação e armazenamento, propriedades genéricas de cada material, ressaltando a necessidade de procura por normas específicas e cuidados com risco de incêndio.

b) Tolerâncias dimensionais e de forma: são necessárias as determinações de tolerâncias máximas permissíveis de forma a não prejudicar o desempenho final do forro, nem a ins talação.

c) Definição de responsabilidades, entre projetista, fabricante e instalador.

d) Classificação estrutural do sistema de sustentação do forro. Tal classificação é função da capacidade de sustentação dos perfis principais e baseada no limite de deflexão de 1/360 do vão para o comprimento máximo de apoios de 1.250 mm. Considera-se que o sistema é submetido a um carregamento uniforme e a valores de carga de:
- sistema leve: 7,5 kg/m;
- sistema intermediário: 18 kg/m;
- sistema pesado: 24 kg/m.

e) Condições específicas referentes aos componentes de fechamento, à estrutura metálica aparente e não de aço e alumínio.

Nocaso de forros de PVC, o assunto é regido pelas seguintes normas ABNT / INMETRO:
- NBR 14.285 - Perfil de PVC rígido para forros - Requisitos;
- NBR 14.286 - Perfil de PVC rígido para forros - Determinação da estabilidade ao calor;
- NBR 14.287 - Perfil de PVC rígido para forros - Determinação da estabilidade dimensional;
- NBR 14.288 - Perfil de PVC rígido para forros - Determinação da massa específica;
- NBR 14.289 - Perfil de PVC rígido para forros - Determinação da resistência ao impacto;
- NBR 14.290 - Perfil de PVC rígido para forros - Determinação da planicidade;
- NBR 14.291 - Perfil de PVC rígido para forros - Determinação da estabilidade ao intemperismo;
- NBR 14.292 - Perfil de PVC rígido para forros - Determinação da massa linear;
- NBR 14.293 - Perfil de PVC rígido para forros - Verificação do aspecto visual;
- NBR 14.294 - Perfil de PVC rígido para forros - Determinação do desvio de linearidade;
- NBR 14.295 - Perfil de PVC rígido para forros - Determinação do teor de cinzas;
- NBR 14.371 - Perfil de PVC rígido para instalação em obra - Procedimento.

A especificação trata basicamente de estabelecer as propriedades da resina de PVC, do composto de PVC rígido e do perfil acabado, necessárias ao
bom desempenho do forro. Além disso, são determinadas as propriedades que devem ser verificadas ao longo do pro cesso de fabricação e a periodicidade dos controles de processo.

Veja também

aU - Arquitetura e Urbanismo :: aU Educação :: ed 244 - Julho de 2014

TCU de Alagoas, de João Filgueiras Lima, Lelé