Sustentabilidade

Árvore vira inspiração para fachada de escola carioca

Escritório de arquitetura Mareines + Patalano utiliza madeira certificada e cobre para executar projeto verde

Por Rafael Frank
13/Abril/2009

O escritório Mareines + Patalano Arquitetura foi responsável pelo projeto da primeira filial do colégio Mopi, tradicional escola do Rio de Janeiro. A nova edificação, localizada na Barra da Tijuca, é sustentável, para servir de exemplo aos alunos da instituição de ensino.

O conceito foi inserido arquitetonicamente na própria fachada da escola, toda feita de madeira certificada e cobre oxidado, dando ideia de uma árvore. As salas receberam vidros com propriedade acústica e térmica para melhorar a iluminação e o conforto ambiental durante as aulas. Com uma solução inusitada para controlar a qualidade do ar, o sistema de refrigeração e exaustão da escola foi projetado para atender o nível de renovação de ar estabelecido pela legislação hospitalar. A escola atenderá a 250 alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental.

A energia solar será utilizada para aquecer a água da piscina e também dos chuveiros. Haverá, ainda, sistema de reutilização de águas pluviais que serão destinadas para a irrigação dos jardins e para as bacias sanitárias. No pátio da escola, pisos de garrafas PET (Politereftalato de etileno) recicladas complementam o conceito "verde".

Este não é o primeiro projeto inspirado no reino vegetal. O escritório também assina uma residência em Angra dos Reis com a forma de uma grande folha inspirada nas moradias indígenas.

Leonardo Finotti