Ponte estaiada em Santa Catarina será suspensa por 60 cabos de aço | PiniWeb

Tecnologia & Materiais

Ponte estaiada em Santa Catarina será suspensa por 60 cabos de aço

Estrutura de três mil metros de extensão consumirá mais de duas mil toneladas de aço estrutural

Aline Rocha
1/Agosto/2012

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) está construindo uma ponte estaiada de aproximadamente três mil metros de extensão em Laguna, Santa Catarina. Dividida em quatro fases, a obra consumirá 2,5 mil toneladas de aço estrutural, além de outras 65 mil toneladas de concreto. Para sustentar a ponte, 60 cabos de aço serão presos em dois mastros.

Divulgação: Dnit

Atualmente, estão sendo realizados os serviços de dragagem do canal de acesso das balsas que passarão com equipamentos para a concretagem da ponte. Estas balsas de grandes dimensões ajudarão na construção da ponte, pois além de fazerem o transporte dos materiais, também abrigarão um guindaste, para o processo de estaqueamento. Ao mesmo tempo, o consórcio liderado pela Camargo Corrêa também executa a terraplanagem do terreno onde será construído o canteiro de obras.

A ponte estaiada terá 25,3 metros de largura e duas pistas, sendo que cada uma terá duas faixas de tráfego e um acostamento. Com sistema construtivo de aduelas pré-moldadas, o investimento calculado na construção da estrutura é de aproximadamente R$ 597 milhões.

Escavações de 2,5 metros de diâmetro farão parte da primeira etapa de construção da ponte. A fundação acontecerá dentro d'água sob uma lâmina de até 3,5 metros e a estaca mais profunda chegará a 65 metros de profundidade. As estruturas serão armadas com vergalhões de concreto, para posteriormente serem preenchidas com concreto.

Na segunda etapa, serão construídos os pilares para sustentar as 500 unidades de aduelas, que serão construídas no canteiro central. Cada uma delas terá 30 toneladas e quatro metros de comprimento. 

Chamada de aduela de disparo, a primeira estrutura a ser sustentada pelos pilares serve de apoio para as demais aduelas, que serão colocadas simultaneamente em sentidos opostos em relação ao pilar. Depois de finalizada a armação das aduelas, a estrutura da ponte será completada com as abas laterais, também pré-moldadas.

Os mastros de 50 metros de altura - em relação ao pavimento da ponte - serão instalados na terceira etapa de construção. Cada um deles suspenderá 30 estais, que darão sustentação e equilíbrio para a ponte.

Durante a quarta e última etapa de construção, serão instaladas as proteções laterais e centrais da estrutura. A fase de acabamento também consiste na pavimentação do tabuleiro e na pintura da faixa de sinalização.

A previsão é que a ponte fique pronta em 2015, já que o prazo contratual de construção é de 36 meses.

Divulgação: Dnit

Divulgação: Dnit

Divulgação: Dnit

Divulgação: Dnit