Prêmio Talento Engenharia Estrutural anuncia os vencedores | PiniWeb

Tecnologia & Materiais

Prêmio Talento Engenharia Estrutural anuncia os vencedores

Obras executadas no Nordeste se destacam na edição 2012 da premiação da Abece

Renato Faria, da revista Téchne
25/Outubro/2012

Foram anunciados ontem à noite (24) os vencedores do Prêmio Talento Engenharia Estrutural 2012, promovido pela Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (Abece) em parceria com a Gerdau. Ao todo foram dez projetos escolhidos nas categorias Infraestrutura, Edificações, Pequeno Porte e Obras Especiais, e nas premiações especiais Destaque do Júri e Sustentabilidade.

No ano passado, a maioria dos projetos reconhecidos havia sido executada no eixo Rio-São Paulo. Em 2012, os resultados refletem o crescimento das atividades da construção civil em outras cidades do País, com destaque especial para a região Nordeste.

Destinado à valorização e divulgação de trabalhos de projetistas de estruturas, o concurso é realizado anualmente, com entrega do prêmio feita durante o Encontro Nacional de Engenharia e Consultoria Estrutural (Enece). Os quesitos para julgamento são concepção estrutural, processos construtivos/uso adequado de materiais, originalidade, monumentalidade, implantação no ambiente, esbeltez/deformabilidade, estética/economicidade.

Veja todos os ganhadores:

Prêmio Destaque do Júri

Vencedor: Bruno Contarini
Nova sede do Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília (DF)

Divulgação: Abece

Com projeto de Oscar Niemeyer, a nova sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é composta por um prédio principal de 12 pavimentos em concreto armado e protendido, com lajes de 210 m de comprimento, 18 m de largura e vãos de 20 m. Um subsolo único com vãos de até 27 m em grelha integra a estrutura do edifício principal e as três cúpulas com 28 m, 30 m e 35 m de diâmetro. Uma das principais dificuldades da obra, segundo o projetista estrutural Bruno Contarini, foi a execução dos balanços de 16 m nas extremidades do edifício, apoiados em um único pilar. Os esforços localizados exigiram que se projetasse um grande caixão resistente à torção.

Prêmio Sustentabilidade

Vencedor: Carlos Alberto Szucs
Residência RW, em Búzios (RJ)

Divulgação: Abece

A casa predominantemente horizontal tem blocos divididos em três eixos, formando uma planta em H que abriga suítes, sala de estar com pé-direito duplo de cerca de 6 m de altura e espaços de lazer com piscina e varanda gourmet. O escritório de arquitetura Bernardes Jacobsen e o proprietário buscavam um projeto residencial que não fosse apenas funcional, mas que tivesse um processo de construção eficiente e industrializado, com um canteiro de obras limpo e com impacto ambiental mínimo. A solução foi o emprego de estrutura pré-fabricada com a técnica da madeira laminada colada (MLC).  Somente as estruturas da base e das fundações foram projetadas em concreto armado. O dimensionamento foi feito de acordo com as prescrições da norma NBR 7.190:1997 Projeto de Estruturas de Madeira.

Categoria Infraestrutura

Vencedor: Vicente Garambone Neto
Ponte do Saber, no Rio de Janeiro (RJ)

Divulgação: Abece

Localizada na Ilha do Fundão,a ponte possui um pilone construído em concreto armado, ao qual estão presos 15 estais metálicos dispostos em formato leque-harpa. Eles sustentam, em um eixo central único, o tabuleiro de caixas de concreto armado construído por balanços sucessivos. O carregamento é contrabalançado, do lado oposto do pilone, por três pares de estais traseiros em dois planos. A opção pela ponte estaiada com apoio único se deu pelas condições do solo, que tem partes aterradas nas duas margens. A solução foi localizar o apoio único na Ilha do Fundão.

Menção honrosa: Ademir Santos
Ponte do Paiva, em Cabo de Santo Agostinho (PE)

Divulgação: Abece

A ponte sobre o rio Jaboatão conta com mirantes voltados para a orla de Recife, executados com lajes de concreto apoiadas em vigas metálicas dispostas radialmente e sustentadas em parte nos apoios intermediários e em parte por um conjunto de estais ligados a um mastro metálico. A ponte divide-se em três vãos - um central de 130 m e dois laterais de aproximadamente 82 m. As fundações para todos os apoios foram constituídas por estacas metálicas agrupadas em blocos de coroamento em concreto armado. Nas regiões dos apoios intermediários, praças de contemplação de planta semicircular projetam-se para o lado a montante do rio, na direção dos arranha-céus de Recife.

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>